BASKET OSASCO - TIME DE BASQUETE MASCULINO DA CIDADE DE OSASCO  
A EQUIPE
Basket Osasco

Diretor Executivo / Técnico: João Ricardo Lourenço
Supervisor: Rosinaldo Valério
Assistente-técnico: Carlos Alberto Castilho
Preparador físico: Luan Oliveira
Fisioterapeuta: Edison "Borracha"
Massagista: José Aparecido dos Santos - Zé Negão
Técnico / Categorias de Base: Carlos Castilho
Relações Institucionais: Carlos Testa
Marketing: Marcelo Sabino
Departamento de Comunicação: Jairo Giovenardi

O Basket Osasco (que surgiu como "Basquete Osasco") é o time de basquete masculino da cidade de Osasco-SP, integrante da divisão especial do Campeonato Paulista, um dos mais disputados da América do Sul, e também do Campeonato Brasileiro da Confederação Brasileira de Basketball.

Sob a coordenação de João Ricardo Lourenço, ex-atleta da cidade, o projeto Basket Osasco teve início em 2012 e recolocou a cidade na elite do basquetebol de São Paulo. Com uma comissão técnica experiente, formada pelos professores Carlos Alberto Castilho e Rosinaldo Valério e pelo experiente técnico Enio Vecchi, ex-seleção brasileira e com passagens por grandes clubes do Brasil, como Palmeiras, Londrina e Vasco, a equipe foi, aos poucos, se destacando no cenário estadual e ganhou o respeito de sua torcida e dos adversários. 

A primeira conquista foi comemorada no ano de 2014, com o título dos Jogos Abertos do interior, em Bauru. Naquela mesma temporada, a equipe comandada por Enio Vecchi chegou à grande final do Campeonato Paulista Série A2, sendo superada na série melhor de cinco jogos por Jacareí, por 3 a 2. O resultado não tirou o brilho da campanha osasquense, que confirmava naquele momento seu retorno à elite do basquetebol de São Paulo.

Ascensão

O ano de 2015 foi muito especial para o projeto Basket Osasco.

Após iniciar a temporada com a medalha de prata nos Jogos Regionais, disputados em São Bernardo do Campo, a equipe, enfim, estreou na divisão especial do Campeonato Paulista. 

O time, que já contava com o talento dos atletas Fabio e Rodrigo Biro, foi formado com outras jovens revelações, como o armador Cesinha e o pivô Rafael Colaço, e jogadores experientes, com passagens por tradicionais times do país, como o armador Thyago Aleo, o ala-armador Luis Felipe Lemes e o pivô André Bambu.

O primeiro jogo do Basket Osasco na principal divisão do basquete paulista foi no dia 06 de agosto de 2015, no ginásio Vô Lucatto, em Limeira. E a partida não poderia ser mais perfeita para o time osasquense: vitória por 67 a 61 diante de uma tradicional equipe do basquete brasileiro.

E tinha mais...

Na segunda rodada, no dia 13 de agosto, o Basket Osasco conquistou uma vitória maiúscula no templo do basquete, o ginásio Pedrocão, em Franca: 88 a 82 sobre o Franca Basquete, então comandado por Lula Ferreira.

A equipe do técnico Enio Vecchi voltaria a vencer o Franca Basquete na competição e também passaria pelo Bauru Basket, que contava com atletas como Robert Day e Rafael Hettsheimeir e era o atual campeão da Liga das Américas e vice Mundial. Esses resultados expressivos ajudaram o time a chegar aos playoffs logo em seu primeiro ano.

Na fase quartas de final, a Coruja acabou superada pelo Club Athletico Paulistano, em melhor de cinco partidas, mas a experiência foi extremamente válida.

Campeão

Em dezembro de 2015, logo após terminar sua participação no Campeonato Paulista, o Basket Osasco trouxe para a cidade a medalha de ouro dos Jogos Abertos do Interior.

Em campeonato disputado na cidade de Barretos, o time osasquense conquistou o bi com a base do Estadual e os reforços de André Góes e William Drudi. 

A grande final foi realizada no dia 05 de dezembro e terminou com vitória por 85 a 73 sobre São Bernardo, algoz da equipe osasquense na final dos Jogos Regionais daquele ano. 

2016

Se o ano de 2015 foi especial, a temporada 2016 reservava grandes momentos para o Basket Osasco. 

O ano começou com a primeira experiência internacional da equipe, que recebeu convite para disputar o Torneio Quatro Nações, além de alguns jogos amistosos na China. 

Com a base mantida e alguns reforços, como o americano Phillip Flowers, o ala-armador Eddy, o ala-pivô Anderson Mosso e os pivôs Feliz e Lacerda, a equipe sagrou-se vice-campeã do Torneio Quatro Nações, perdendo a decisão para a seleção da Tunísia, que disputaria, alguns dias depois, o Pré-Olímpico Mundial visando à Olimpíada do Rio de Janeiro.

Na bagagem, o time osasquense trouxe inúmeras lembranças e também algumas vitórias diante do então campeão da Liga das Américas, o Soles de Mexicali-MEX, e do Liaoning, uma das equipes mais fortes da CBA (Chinese Basketball Association). 

Papa-títulos

Assim que retornou da excursão, o Basket Osasco conquistou dois importantes títulos: Jogos Regionais e Jogos Abertos do Interior.

Nos Regionais, o time deixou a prata de 2015 para trás e faturou o ouro novamente contra a equipe de São Bernardo, em pleno ginásio da Universidade Metodista, em São Bernardo do Campo. O jogo do título aconteceu no dia 12 de julho e terminou com o placar de 91 a 65 para os comandados de Enio Vecchi.

Nos Jogos Abertos, também realizados no ABC Paulista, a equipe foi praticamente perfeita. Com os reforços dos atletas André Góes, Gustavo, Igor Avelino, Lupa e Fernando Mineiro, que já haviam ajudado o time na conquista dos Regionais, Osasco venceu Limeira na grande decisão, por 96 a 59, e comemorou o tricampeonato em 19 de setembro.

Playoffs no Paulista

Com uma base campeã e muito bem entrosada, o Basket Osasco foi mais uma vez um dos grandes destaques do Campeonato Paulista e chegou, pelo segundo ano seguido, aos playoffs da competição estadual.

Durante a fase de classificação, a Coruja venceu adversários como Pinheiros, Paulistano, Bauru Basket e Liga Sorocabana, todos integrantes do NBB, em partidas que levaram a equipe ao mata-mata.

Nas quartas de final o duelo foi novamente diante do Paulistano, mas dessa vez em melhor de três jogos. Enquanto o time da capital venceu o primeiro jogo em Osasco (78 x 69), a equipe de Enio Vecchi venceu em pleno ginásio Antonio Prado Jr, casa do CAP (75 a 74), e empatou a série em 1 a 1. No jogo desempate, deu Paulistano (87 x 79), mas o time, aguerrido e totalmente comprometido, deixou a quadra aplaudido e de cabeça erguida.

Bicampeão dos Jogos Regionais

O ano de 2017 começou de forma excelente para o Basket Osasco, com o bicampeonato dos Jogos Regionais. Com 100% de aproveitamento, o novo time osasquense, que contou com a base campeã de 2016 (Thyago Aleo, Rafael Colaço, Igor Avelino e Lupa) e se reforçou com jovens talentos, como Léo Bispo, Bruno e Robinho, faturou o bi em grande estilo.

Em 2017, o time disputou pela terceira vez seguida a principal divisão do Campeonato Paulista, sendo superado na primeira rodada dos Playoffs pelo Sesi Franca Basquete, em melhor de três partidas.

Escolinhas de basquete

No fim da temporada 2016, o Basket Osasco iniciou o projeto de escolinhas de basquete, com ênfase nos times sub-11, sub-12 e sub-13 (meninos entre 7 e 14 anos).

Em poucos meses, quase 100 garotos se inscreveram nas escolinhas, com treinos sendo realizados de segunda à sexta-feira, em dois períodos, no ginásio Geodésico. Mais um trabalho diferenciado, que visa o desenvolvimento de jovens atletas do nosso país.

Atualmente, cerca de 350 alunos participam das escolinhas e no total mais de 600 garotos já passaram pelo projeto. Além disso, o Basket Osasco ainda conta com times nas categorias de base: as equipes Sub-12, 13, 15, 16 e 19 disputam o Campeonato Paulista Série B, organizado em conjunto pela Federação Paulista de Basketball e Liga Paulista de Basketball.

Esse é o Basket Osasco, um time batalhador de uma cidade pujante e disposto a inúmeros sacrifícios para manter acesa a chama do esporte em nossa região.

Temporada 2019/2020

Em 2019, o Basket Osasco disputou pela quinta vez consecutiva o Campeonato Paulista da Divisão Especial, chegando aos playoffs mais uma vez, agora sob o comando em quadra de João Ricardo Lourenço, também diretor do projeto. Esse foi apenas mais um passo para que o time subisse um degrau, já que em 2020, pela primeira vez no atual formato, a Coruja irá disputar o Campeonato Brasileiro da CBB - Confederação Brasileira de Basketball).

Nas categorias de base, um feito: pela primeira vez todos os times da Coruja (do Sub 12 ao 19) disputaram as finais do Campeonato Paulista organizado pela Liga Paulista de Basketball, com dois vice-campeonatos (15 e 19), duas medalhas de Bronze (13 e 16) e um quarto lugar (12).

Os jogos do time em Osasco são sempre realizados no tradicional "Ninho da Coruja", como é carinhosamente conhecido o Ginásio Geodésico. A praça esportiva fica na Av. Eucalipto, 281, bairro Cidade das Flores. A entrada para os torcedores é gratuita!

PRÓXIMO JOGO
  Basquete Osasco -
19/03 | 20:00h X
  Cerrado Basquete-DF -
PARCEIROS
REDES SOCIAIS



Copyright© 2020 BASKET OSASCO.